Quartos de Bebés

Criar um espaço para um bebé é das tarefas que mais prazer dão a quaisquer pais: pensa-se nas cores, nos adornos, nos bonecos e brinquedos e em todos os pormenores que vão dar vida ao quartinho do pequeno ser, tentando-se transmitir o máximo de harmonia e aconchego. É claro que também tem as suas dificuldades e a pessoa pode sentir-se indecisa acerca das suas decisões, certos aspectos básicos têm sempre de fazer parte do quarto de bebé:

  • O berço;
  • Um pequeno roupeiro; Quartos de Bebés
  • Uma cómoda (que pode ter um espaço em cima para se trocar as fraldas do bebé);
  • Uma poltrona (que dará muito jeito na fase da amamentação);
  • Prateleiras instaladas junto da cómoda;
  • Um candeeiro de pé, não muito alto;
  • Cortinas ou persianas que abafem os ruídos do exterior e que escureçam convenientemente o quarto

Quando pensar em decorar o quarto, decida em primeiro lugar, quais irão ser as cores do ambiente. Pode deixar de lado as convenções dos tons de cor-de-rosa para menina e dos de azul para os meninos. Por que não arrisca no verde, amarelo ou até lilás? Ficam muito bem em quartos de crianças de ambos os sexos e fogem ao tradicional. Relativamente à vivacidade das cores, os tons pastéis são os mais recomendados; deixe as tonalidades fortes para os acessórios e brinquedos. Outra solução é remeter uma dessas cores fortes para as portas dos armários ou apenas para uma das paredes.

Quartos de Bebés

Em relação ao chão, o material mais recomendado é a madeira, uma vez que é fácil de limpar e proporciona um bom isolamento térmico, para proteger o bebé das temperaturas indesejáveis.

Para o revestimento da parede, tem duas opções muito viáveis: podem ser pintadas ou então, optar por cobri-las com papel de parede e barras decorativas com motivos infantis. Ficando o quarto completamente animado por este papel, prefira então roupas de cama, cortinas e o próprio berço o mais simples possível (brancos, amarelos claros ou outra cor esbatida são os tons ideais).

O tecto pode ser decorado com alguns motivos especiais, como estrelinhas ou luas, mas tente não exagerar, Se o quarto já tiver muitos adornos, estes enfeites vão apenas enchê-lo demais e torná-lo confuso.

O roupeiro não precisa de ser muito pesado nem demasiadamente grande, pois, nesta fase, são mais necessárias as gavetas para guardar as roupas pequenas (que não cabem em cabides), os pacotes de fraldas, sapatinhos, lençóis, mantas e outros adereços que fiquem dobrados.

O importante é que tenha o maior prazer a decorar o quartinho do seu bebé, torná-lo bonito, aconchegante, confortável e harmonioso, para que o possam desfrutar juntos.

Partilhar